Ententendo Layouts Parte II – Gerenciadores de Layout

Olá pessoas, vamos falar hoje então de gerenciadores de layout. No último post eu já falei um pouco, e agora vamos aprofundar neste conhecimento. Somente relembrando, os gerenciadores de layout serão responsáveis por armazenar todos os widgets (componentes gráficos) que teremos. Falei também que não é preciso se prender a somente um layout, mas sim fazer uma mescla dos gerenciadores de layout que você necessita. Então agora vamos entender um pouco melhor cada um deles.

AbsoluteLayout – Este layout já está obsoleto e não é mais recomendado utilizá-lo. Ele permite posicionar os componentes na tela através de coordenadas x e y.

FrameLayout – Foi projetado para alocar somente um componente gráfico. É recomendado que se utilize o framelayout para alocar somente um componente, já que seria um tanto custoso alocar mais views filhas, pela questão de posicionamento.

LinearLayout – É com certeza um dos layouts mais utilizados em android. Ele organiza suas entidades filhas em colunas ou linhas. Possui uma propriedade que define a orientação, ou seja, vertical ou horizontal: android:orientation=”vertical”. Ideal para quando se quer que os componentes estejam alinhados. O posicionamento dos componentes é relativo ao layout-pai.

LinearLayout
LinearLayout

RelativeLayout – Neste layout há um diferencial. É possível posicionar os componentes gráficos em relação a outros componentes ou ao layout-pai. Ou seja, se você tiver dois textos dentro deste layout e quiser que a posição de um texto seja relativa a posição do outro texto, aqui é possível. Também é um dos layouts mais utilizados.

RelativeLayout
RelativeLayout

Um fato a ser considerado é que a imagem mostrada acima, do RelativeLayout, também é possível obter com o LinearLayout, claro que teríamos então dois layouts lineares dentro de um Linear-pai, e somente trabalhando com algumas propriedades, poderíamos chegar ao mesmo resultado. O mais importante na hora de escolher o layout, é pensar em multi-resoluções de telas. Ou seja, os Layouts foram projetados para que o desenvolvedor pudesse adaptar o mesmo arquivo de layout para diversas dimensões de telas, já que sabemos que no android existem diversos tamanhos com resoluções diferenciadas. O mais importante é isto, o resto só vem com a prática.

Até o próximo tutorial.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s