Trabalhando com Recursos da aplicação

Olá pessoas, hoje vamos falar de um tema bem importante: recursos ou “resources”.

Os recursos englobam diversos itens que não fazem parte do código, assim como as imagens, layouts, textos, e valores de dimensões. A ideia é que, tudo que não for código deve estar externalizado, ou seja, em um local separado. Por isso na pasta “src” você encontrará layouts, imagens, enfim, tudo aquilo que é considerado um recurso.

Uma das guidelines do android refere-se a utilização destes recursos e hoje vou falar de como deve ser feito. Vamos fazer um exemplo para demonstrar isto, crie um projeto qualquer, com um layout e algum texto.

Quando você cria uma aplicação pelo Android Studio ele já cria um layout com um texto, e algumas dimensões de layout, estes itens já são os recursos, pois estão externos ao código e ao xml de layout.

Vamos então colocar um botão para que, assim que pressionarmos o botão, trocarmos o texto, mas utilizando recursos. Observe a figura abaixo:

criando um botão com textoDois recursos já estão criados, as dimensões do relativeLayout e o texto Hello World. Criei então um botão e inseri o texto no próprio layout, o que ocasiona um “warning”.

warning_harcoded_textO próprio Android Studio já me recomenda a extrair este recurso em uma String Separada, e justamente isto que vou mostrar como fazer.

Primeira coisa é adicionarmos o nosso recurso no arquivo xml “strings”, pois refere-se a um texto, que fica no menu esquerdo, dentro do diretório values, como a figura abaixo mostra.

Adicionando o recurso
Adicionando o recurso

Adicionando outra tag de string, posso colocar o texto desejado. A referência para este meu texto será name e seu conteúdo será o que está dentro da tag string: Mudar Texto. Fazendo isto, voltemos ao nosso layout novamente, e agora, ao invés de deixar escrito diretamente no layout o nosso texto, buscaremos do recurso strings.

Referenciando o recurso desejado no arquivo de layout
Referenciando o recurso desejado no arquivo de layout

Em arquivos xml este deve ser o padrão de referenciarmos o nosso recurso: @recurso/nomeDoRecurso. Desta forma, estaremos deixando o conteúdo do texto externo, pensando em termos de manutenção de código isto é excelente. Imagine que sua aplicação tenha um texto qualquer , talvez um “Ola, seja bem vindo”, e este texto esteja presente em todas as telas da aplicação, e um belo dia, o designer decide que deve ser trocada a frase para “Ola meu cliente favorito”, já imaginou o trabalho de mudar textos de todas as telas, e isso porque dei exemplo de um texto, agora imagine quantos recursos são utilizado em uma grande aplicação, não faria sentido deixar o texto em cada tela.

Além disso, também ocorrem muitas situações em que os recursos são modificados em tempo de execução, por isso criamos o botão, agora iremos mudar o texto Hello World, para Oi Mundo, depois de clicarmos o botão.

Primeira coisa eu preciso adicionar mais um recurso lá no meu arquivo strings, pois a ideia é deixar externo ao código qualquer texto.

Adicionando recurso para o texto
Adicionando recurso para o texto

Agora vamos lá na nossa classe java MainActivity para fazermos a lógica de clique do botão e mudança do texto.

A primeira etapa é localizar os id´s dos itens que precisarão sofrer mudanças, no caso o texto e o botão.

Encontrando referência dos componentes
Encontrando referência dos componentes

Feito isto agora vamos adicionar um evento que será um Listener do botão, ou seja, assim que o botão for clicado, a execução entrará neste código, executando o que estiver dentro dele.

Mudando o conteúdo do texto
Mudando o conteúdo do texto

Existe um atalho para criação de recursos. O Android Studio auxilia bastante nisto. Vá no seu recurso do texto do botão e delete esta linha, e depois volte no arquivo de layout da aplicação, ele estará com o warning, mostrado anteriormente neste tutorial, e ali digite alt + enter (windows)

Criando um recurso
Criando um recurso

Após selecionar esta opção, abrirá uma nova janela, que você colocará o valor ou o nome do recurso, dependendo do que está no layout. Neste caso como eu só apaguei o recurso, no meu texto está o nome do meu recurso, portanto, na tela de criação do novo recurso me pedirá para colocar o valor, veja na figura abaixo.

Criando um recurso de texto
Criando um recurso de texto

Bom galera, é isso que queria passar hoje. Tenha sempre em mente um código limpo e organizado pode facilitar sua vida no futuro e é obrigação de um bom programador deixar seu código legível e entendível, faça bem a sua parte, mesmo que os outros não façam as deles.

Até a próxima.

Anúncios

Criando uma simples Aplicação Android

Oi , Oi, Oi pessoas. Então hoje vamos falar um pouco do que é preciso para criar uma simples aplicação Android. Começando então pelo início, ao abrir seu Android Studio você vai ver a seguinte tela:

create_new_project
Criando um novo Projeto

Depois disso precisamos dar um nome ao projeto e o nome que o pacote terá. O Google Play, ou seja, a loja onde você publica os seus apps Android na verdade salva pelo nome do pacote, ou seja, se você colocar um nome de pacote que já exista lá, terá de mudar futuramente para poder publicar, portanto é bem interessante que já se escolha um nome que não terá duplicado. Geralmente indica-se para que o nome do pacote da aplicação seja o domínio (site) ao contrário e em seguida o nome da aplicação, como por exemplo, meu projeto seria net.paulacr.MeuApp.

Nomeando a aplicação
Nomeando a aplicação

Depois disto precisamos selecionar o tipo de projeto, se será para smartphones/Tablets, para TV, ou Android Wear. Nesta tela também selecionaremos a mínima versão que nossa aplicação estará disponível. Como podemos ver na figura abaixo.

Escolha do tipo de projeto e SDK
Escolha do tipo de projeto e SDK

Feito isso agora podemos escolher o tipo de projeto que queremos, se é uma activity em branco, ou uma tela de mapa. Vale ressaltar o seguinte, esta escolha está valendo somente para a primeira tela a ser criada, o que poderia ser usado uma activity em branco e depois, codificando-a, fazer ela se tornar uma activity de mapa.

Escolha do tipo de activity
Escolha do tipo de activity

Por fim a última tela, onde colocamos nome para esta “primeira” activity que já irá aparecer. Podemos também colocar qualquer nome e modificá-la futuramente.

type_name_of_activity
Nomeando as activties

E por último temos nosso projeto pronto para começar. Percebam na figura abaixo, que o Android Studio já cria algumas coisas para gente de forma automática. Temos também à esquerda toda a estrutura do projeto e no próximo tutorial vamos começar a fazer aplicações na prática, que dará maior visibilidade de como tudo funciona.

Até mais!!!!

Estrutura de uma aplicação Android

Paula Rosa

Olá pessoas, voltando a postar neste blog. Mas agora com um diferencial: muitos conhecimentos foram adquiridos neste tempo que serão revertidos aqui.

Hoje eu vou falar um pouco sobre a estrutura de um projeto Android. Só para situar vocês, a IDE que estou utilizando é o Android Studio, na versão 0.9.2, mas porque estou dizendo isto? Porque é o seguinte galera, a estrutura do projeto android pode mudar conforme a IDE, por exemplo na versão anterior do Android Studio tínhamos outra estrutura, e também no eclipse a estrutura de pastas é um pouco diferente. Mas vamos lá.

Estrutura de uma Aplicação Android Estrutura de uma Aplicação Android

Então vamos analisar um pouco esta estrutura. Na imagem a primeira pasta refere-se aos Manifests, e contém um arquivo AndroidManifest.xml. O Manifest file, é um arquivo bem importante, usaremos ele para por exemplo, adicionar permissões à aplicação, definir o tema da aplicação, definir quais activities estarão na aplicação…

Ver o post original 233 mais palavras

Home Office – vale a pena?

Achei muito interessante esta reportagem do ‘Olhar Digital’, mostrando todos os benefícios e vantagens desta nova modalidade de trabalho: Home Office. Para tornar isto possível é claro, é necessário adotar-se algumas medidas. Recomendo que assistam o vídeo, pois é bem interessante!!!

http://olhardigital.uol.com.br/pro/video/38173/38173

1,9 milhão de tablets vendidos no Brasil: 95% são Android

Fonte: http://www.androidpit.com.br/1-9-milhao-de-tablets-vendidos-no-brasil

Tomei liberdade de postar aqui esta notícia, pois é muito importante. Uma das sensações que se tem quando está iniciando no android é: será que não é um mercado que já está saturado? será que serei valorizado? entre outros questionamentos que fazemos. Esta notícia me faz ver outro horizonte, um horizonte de possibilidades, hoje creio que vale a pena sim ser um desenvolvedor android e que o mercado está pronto para receber este tipo de profissional.